sábado, 9 de março de 2013

Medicina Ayurvedica ou Ayurveda



A MEDICINA AYURVEDICA OU AYURVEDA


A palavra ayurveda em sânscrito é formada por duas partes: ayus ou vida e veda ou conhecimento. O Caraka Samhita (compêndio de Caraka), principal texto de clínica médica, define ayus da seguinte forma:

"O termo ayus é a combinação de corpo, órgãos dos sentidos, mente e alma" (Caraka Samhita, trad. Dash e Sharma, 2007: vol. I, p.25)

Segundo esta definição, Ayurveda é o conhecimento ou a ciência da vida, e possui uma evolução e desenvolvimento de milhares de anos no subcontinente indiano. Os principais textos autorizados são os compêndios clássicos conhecidos como "Brihat Trayi", ou o grande trio: Caraka Samhita (escola de clínica médica), Susruta Samhita (escola de cirurgia) e Astanga Hrdayam (coração dos oito ramos do Ayurveda ou Vagbhata). Todo estudante de medicina Ayurvedica, na Índia, pesquisa estes antigos livros escritos em sânscrito.
A medicina Ayurvedica afirma que tudo no universo é formado pelos cinco elementos básicos da natureza, chamados panchamaha-bhutas, inclusive o corpo físico, são eles: espaço ou éter, ar, fogo, água e terra. O objetivo desta ciência é estudar a influência destes elementos na natureza e no ser humano, dentro desta filosofia o homem é um microcosmo do universo, o macrocosmo. Os elementos se unem dois a dois para formar os doshas (humores biológicos) que atuam na nossa fisiologia assim como na formação dos desequilíbrios psicofísicos. Espaço e ar formam o dosha Vata,  fogo e água geram o dosha Pitta e água e terra formam o dosha Kapha.  Podemos afirmar que os doshas são a expressões fisiológicas dos cinco elementos quando existe equilíbrio, porém quando ocorre uma desarmonia tornam-se suas expressões patológicas.
O dosha Vata, espaço e ar, é frio, leve, seco, móvel e rápido, atua principalmente nas funções excretória e nervosa. No tubo digestivo localiza-se no intestino grosso. Vata desequilibrado ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de espaço e ar (movimento) em nosso corpo físico: secura, frio, perda de peso, inquietação, gases, prisão de ventre, ansiedade, medo, depressão e insônia. Algumas doenças relacionadas ao dosha Vata: fibromialgia, artrose, dores em geral, problemas de coluna, cefaléia, constipação, flatulência, colite, síndrome do intestino irritado, síndrome bipolar, doença de Parkinson, demência senil.
O dosha Pitta, fogo e água, é quente, moderado e oleoso (e úmido), atua principalmente na função metabólica e digestiva. No tubo digestivo localiza-se no estomago e duodeno (intestino delgado). Pitta desequilibrado ou patológico promove um quadro clínico relacionado ao aumento de fogo e água (calor e umidade) em nosso corpo físico: azia, queimação abdominal, fezes soltas, calor no corpo, aumento da sudorese (suor), pele sensível e vermelha, olhos vermelhos, irritabilidade e agressividade. Algumas doenças que podem estar relacionadas ao dosha Pitta: gastrite, úlcera digestiva, regurgitação, diarreia, hepatite, inflamações, acne, crises de fúria e ciúmes, climatério e menopausa, enxaqueca e estresse exarcebado.
O dosha Kapha, água e terra, é pesado, oleoso (úmido), frio e lento, atua na função estrutural e de lubrificação dos tecidos. Kapha desarmônico ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de água e terra no nosso corpo físico: peso corporal aumentado, lentidão, preguiça, oleosidade, secreções, embotamento mental. As doenças que podem estar relacionadas ao dosha Kapha: obesidade, diabetes, aumento do colesterol, bronquite, sinusite, tosse com secreção, alergias respiratórias, lentidão em todas as funções físicas e mentais e apego exacerbado.
Para tratarmos os nossos desequilíbrios temos que antes apontar o dosha que está em desarmonia (diagnóstico do desequilíbrio). O Ayurveda é uma medicina complexa e completa e utiliza diversas ferramentas terapêuticas para equilibrar os doshas: massagem ayurvedica, óleos medicinais, dieta, rotina diária de hábitos saudáveis, oleação e sudação (purvakarma), fitoterapia (uso terapêutico das plantas medicinais), terapias purificadoras (panchakarma), medicamentos com metais, minerais e pedras preciosas (rasa shastra), recomendação de atividade física, prática de yoga e meditação.


Namastê !!!