domingo, 3 de abril de 2011

Wicca


WICCA


Wicca é uma religião neopagã influenciada por crenças pré-cristãs e práticas da Europa Ocidental que afirma a existência do poder sobrenatural como a magia, e os princípios físicos e espirituais masculinos e femininos que inteiram a natureza, e que celebra os ciclos da vida e os festivais sazonais, conhecido como Sabbats, os quais ocorrem, normalmente, oito vezes por ano. Autoridades como Alex Sanders referem-se a ela como religião natural "a mais antiga do mundo." É muitas vezes referida como Witchcraft ( em português = bruxaria ), ou The Craft por seus seguidores, que são conhecidos como Wiccanos ou Bruxos. Suas origens contestadas residem na Inglaterra no início do século XX, mas foi popularizada nos anos 50 por Gerald Gardner, que na época chamava a religião de "culto às bruxas" e "bruxaria", e seus seguidores "a Wica". A partir dos anos 60 seu nome foi normalizado para Wicca.
A Wicca é uma religião politeísta, de culto basicamente dualista, que crê tradicionalmente na Mãe Tríplice e no Deus Cornífero, ou religião matriarcal de adoração à Deusa mãe. Estas duas deidades são muitas vezes vistas como facetas de uma divindade panteísta maior, que se manifestam como várias divindades politeístas. A Wicca também envolve a prática ritual da mágica, em grande parte influenciada pela magia cerimonial do passado, muitas vezes em conjunto com um código de moralidade liberal conhecida como a Wiccan Rede, embora não seja uma regra. Embora algumas tradições adorem o celta Cernunnos, símbolo da virilidade, e por muitas vezes seja confundida com Satanismo, os wiccanos não crêem em Lúcifer ou em Satã.
Existem diversas tradições dentro da Wicca. Algumas, como a Wicca Gardneriana e a Alexandrina, seguem a linhagem iniciática de Gardner; ambas são frequentemente denominadas de wicca tradicional britânica, e muitos dos seus praticantes consideram que o termo "wicca" possa ser aplicado unicamente a elas. Outras, como o cochranianismo, Feri e a Tradição Diânica, tomam como principal influência outras figuras e não insistem em qualquer tipo de linhagem iniciática. Alguns destes não usam o termo "Wicca", preferindo "Bruxaria", enquanto outros crêem que todas essas tradições  podem ser consideradas wiccanas.



LISTA DE TERMOS WICCANOS


Aqui eles estão postados em ordem alfabética, para facilitar a consulta.

Amuleto - Objeto natural que visa trazer sorte ao seu portador.
Akasha - A essencia primordial.
Athame - Instrumento mágico, constitue-se numa pequena adaga ou punhal, quase sempre de dois gumes, normalmente utilizado para representação do elemento Ar, ou do princípio masculino. Algumas tradições utilizam o Athame como representação do elemento Fogo.


Banir - Mandar embora, retirar.
Bastão - Instrumento mágico, normalmente utilizado para representação do elemento Fogo, ou do princípio masculino. Algumas tradições utilizam o bastão como representação do elemento Ar.
Beltane - Sabbat comemorativo do auge da primavera, união da Deusa como o Deus.
Bolline - Instrumeto mágico, constitui-se em uma faca ou pequena foice, normalmente utilizado para o corte de substâncias utilizadas em feitiços e encantamentos.


Caldeirão - Instrumento mágico normalmente utilizado para concocção de porções ou infusões, para a queima de substâncias ou como representação do princípio feminino. Neste último caso, alguns bruxos usam um caldeirão de três pés, representando as tres faces da Deusa.
Cálice - Instrumento mágico, normalmente utilizado para representação do elemento Água, e do princípio feminino.
Cornífero - Deus - Representação do Deus, cultuada em alguns ritos wiccanos. "Cornífero" significa "portador de chifres" em latim.
Cone de Poder - Energia mágica elevada e dirigida a um objeto dentro dos rituais.
Consagração - Ato de tornar algo abençoado, sagrado.
Corpo Astral - A contraparte espiritual do corpo físico.
Coven - Grupo organizado para a prática da Wicca, normalmente com ritos próprios ao Coven.
Coventículo - O mesmo que Coven.


Dianismo - Tradição. Tradição cujo culto é, em algum grau, mais focado na Deusa que no Deus.
Druidismo - A visão tradicional mostra os druidas como sacerdotes, mas isso na verdade não é comprovado pelos textos clássicos, que os apresentam na qualidade de filósofos ( embora presidissem cerimônias religiosas, o que pode soar conflitante ). Se levarmos em conta que o druidismo era uma religião natural, da terra, e não uma religião revelada ( como o Islamismo, ou o Cristianismo ), os druídas assumem então o papel de diretores espirituais do ritual, conduzindo a realização dos ritos e não de mediadores entre Deus e o homem.
Deus - O Deus Cornífero é o Deus fálico da fertilidade. Geralmente é representado como um homem de barba, com casco e chifres. Ele é o guardião das entradas e do círculo mágico que é traçado para o ritual começar. É o Deus pagão dos bosques, o rei do carvalho e do azevinho e senhor das matas. É o Deus que morre e sempre renasce. Seus ciclos de morte e vida representam nossa própria existência.
Deusa - A Deusa é a energia Geradora do Universo, é associada aos poderes noturnos, à Lua, à intuição, ao lado inconsciente, a tudo aquilo que deve ser desvendado, daí o mito da eterna Ísis com o véu que jamais deve ser desvelado. A Lua jamais morre, mas muda de fase a cada 7 dias, representando os mistérios da eternidade e mutação. Por isso a Deusa é chamada de a "Deusa Tríplice do Círculo do Renascimento", pois também muda de face, assim como a Lua, e se mostra aos homens de três diferentes formas como: A Virgem, a Mãe e a Anciã. Isso não é difícil de se entender, pois dentro de Wicca todos os vários Deuses e as múltiplas faces e aspectos da Deusa, nada mais são do que a personificação e atributos da Grande Divindade Universal.
Dragões - Entidades a que alguns praticantes de Wicca atribuem poderes sobre determinadas áreas de atuação mágica ou natural.


Elders - Cargo dentro de um Coven.
Esbat - Rituais em honra à Deusa, normalmente nas noites de lua cheia. Algumas tradições chamam também de Esbat rituais realizados nas demais fases da lua.
Eneagrama - A palavra eneagrama origina-se do grego, "enneas", que significa "nove" e "grammos" que significa "pontos". É representado por um símbolo que tem uma circunferência com nove pontos e linhas que se interligam, formando uma estrela.
Equinócios - ( de primavera/Ostara e outono/Mabon ), o dia e a noite tem a mesma duração, ambos com 12 hóras exata de claridade e escuridão.
Espada - Pertencente ao elemento ar tem função semelhante ao Athame.


Fadas - Entidades a que alguns praticantes Wiccanos atribuem poderes sobre determinadas áreas de atuação mágica ou natural.
Faery Wicca - Nome de uma tradição, traduzida normalmente como Wicca das Fadas. Além disso diz-se de toda prática Wiccana conectada a Fadas.


Grove - Grupo organizado de Covens.


Imbolc - Sabbat comemorativo do fim do inverno e início da primavera.


Lammas - Outro nome para o Lughnasadh.
Livro das Sombras - Diário usado por praticantes de magia ritual para registrar rituais, feitiços, e seus resultados, bem como outras informações mágicas.
Litha - Sabbat comemorativo do solstício de verão.
Lughnasadh - Sabbat comemorativo do auge do verão.


Mabon - Sabbat comemorativo do equinócio do Outono.
May Pole - Tronco que é utilizado em Beltane, no qual se prendem fitas coloridas e simbólicas das celebração e realizam danças em torno do mesmo ( geralmente mulheres em um sentido e homens no oposto ), traçando assim as fitas nele. O mastro torna-se um símbolo masculino, enquanto as fitas um símbolo feminino, pode-se observar noutras culturas simbologias paralelas como o hexagrama ( estrela de seis pontas, os dois triângulos que mostra o feminino e masculino unidos ). Representa deste modo a união do deus e da deusa no auge de Beltane. Durante a dança além da simbologia da mesma os seus praticantes costumam realizar os seus pedidos.


Neófito - Um novato no conceito wiccans, aquele que se apenas é adepto ou se está a preparar para a iniciação.
Neopaganismo - Nome dado ao conjunto de religiões que buscam recriar, reinstaurar ou reproduzir as antigas religiões pagãs.


Ostara - Sabbat comemorativo do equinócio da primavera.


Pantáculo - Símbolos que funcionam como emissores fluídicos de despejos aos planos sutis. Formas ou desenhos sintetizadores de votos ou desejos.
Pentáculo - Símbolo usado como instrumento mágico, podendo ser usado também como emblema de fé pela maioria dos praticantes da Wicca. Consiste de um pentagrama inscrito em um círculo.
Pentagrama - É uma estrela de cinco pontas entrelaçadas.
Politeísmo - Sistema de crenças baseado em muitas Divindades.
Postulante - Um Neófito.


Rede Wicca - Código de ética fundamental da Wicca, também designado por Conselho Wicca.
Roda do Ano - Ciclo natural das estações, comemorado nos Sabbats.


Sabbat - Festivais sazonais, em honra ao Deus, comemorativos da Roda do Ano.
Samhain - Sabbat comemorativo do auge do Outono. ( Também conhecido como Halloween ).
Solitário - Praticante solitário, fora de um coven.
Stregheria - Stregheria, Stregoneria ou Bruxaria Italiana são os nomes dados a Velha Religião ( Vecchia Religione ) da região da Itália. Culto pagão com origem nos velhos mistérios Egeu-Mediterrâneos, a Stregheria é uma Religião Iniciática composta de diversos Clãs ( tradições ), na maioria hereditários e extremamente herméticos. Vale ressaltar que Stregheria, ao contrário do que muitos erroneamente pensam, não é tradição de Wicca.
Solstícios - São os dias em que começam as estações do ano, e estas existem graças a inclinação do eixo da Terra e do movimento dela ao redor do Sól. O solstício de verão ( Litha ) é o dia mais longo do ano, quando temos um período de claridade muito maior do que de escuridão; o solstício de inverno ( Yule ) é o dia mais curto do ano, quando temos um período de escuridão muito maior do que de claridade.
Sacerdote / Sacerdotisa - Pessoa que foi iniciada na arte, mas não necessariamente possui todos os graus, e caso não os possua, não poderá iniciar outros.
Alto Sacerdote / Alta Sacerdotisa - Sacerdote ( isa ) que possui todos os níveis ou graus de iniciação e que preside os rituais de um coven, tendo direito de iniciar outros.


Tradição - Grupo organizado para a prática da Wicca, normalmente com ritos próprios à tradição. Pode englobar vários Groves, Covens, Círculos e/ou praticantes solitários.
Trivia - Tradição Wiccana que acredita no Deus e na Deusa com três faces e com uma mesma importância.


Vanatru - Religião que cultua o Panteão Vanir.
Vassoura - Vassoura comum ou especial, consagrada ao uso mágico.
Vestuário - Vestimentas utilizadas ritualmente.


Wicca - Nome da religião vivificada por Gerald B. Gardner. Não confundir com Neopaganismo, tronco cultural / religioso que abrange, dentre outras religiões, a Wicca.


Yule - Sabbat comemorativo do solstício de inverno.