terça-feira, 26 de abril de 2011

Pai Nosso - Traduzido do Aramaico


PAI NOSSO TRADUZIDO DO ARAMAICO

"Pai-Mãe, respiração da vida, fonte do som, ação sem palavras, Criador do Cosmos!
Faz a tua luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.
Ajuda-nos a seguir o nosso caminho, respirando apenas o sentimento que emana do Senhor. O nosso Eu, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como reis e rainhas com todas as outras criaturas.
Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda a essência individual, assim como em todas as comunidades.
Faça-nos sentir a alma da terra dentro de nós, pois assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.
Não permitas que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda, e liberta-nos de tudo aquilo que impede o nosso crescimento.
Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza.
Possa o Seu Amor ser o solo onde crescem as nossas ações.
Que assim seja!"

Nóta: O aramaico é uma língua semita que esta hoje praticamente extinta, e foi a língua em que Jesus se expressava todos os dias. A origem do aramaico é atribuída aos Caldeus ( Mesopotâmia - o local do Éden ) e as primeiras formas de escrita aramaica apareceram na versão cuneiforme, um tipo de alfabeto inventado pelos sumérios que influenciou a cultura hitita e fenícia; mais tarde o aramaico desenvolveu um alfabeto próprio, sendo contudo perfeitamente visível a influência cuneiforme do aramaico do tempo de Jesus. Podemos ver então que existe uma estreita ligação entre o Aramaico, a Caldeia ( onde surgiu a língua ) , o Éden ( que seria a própria Caldeia ), e o Antigo Testamento.
Gostaria de fazer aqui algumas considerações sobre a tradução do Pai Nosso do Aramaico para o Português, sobre o Aramaico:
A língua aramaica não faz distinção entre os "meios" e os "fins", e entre a ação exterior e interior do ser humano. Quando Jesus se referia ao "Reino do Paraíso", ou "Reino dos Céus", em aramaico tanto um reino interior ( dentro de nós ), como também um reino exterior ( entre nós ).
O conceito de "próximo" ( a outra pessoa ), tem também um significado abrangente de interior e exterior, equivalente ao conceito do "Eu" budista; não existem limites entre os conceitos de espírito, corpo e alma.